Quem sou eu

Minha foto
Maricá - Itaipuaçu, Rio de Janeiro, Brazil
Sou poetisa, cantora, compositora e amante das artes.

terça-feira, 1 de maio de 2012

IMPERMANÊNCIAS - Beatriz Oliveira


E as nuvens continuam cinzas!

Apesar de todo vento, de toda chuva, de todo tempo.
Impossível esquecer as tormentas, os naufrágios,
Quando as feridas são tão profundas e as cicatrizes tão visíveis.
Colocar, de novo, o barco n’água
Significa vencer toda a inquietação e todo o medo
Colecionados pela vida inteira
E fingir uma coragem perfeita e solucionável.
Nada é perfeito e solucionável
Quando se tem conhecimento de causas e efeitos!
Todos mentem ao portarem a intrepidez incansável!
A vida cansa. Todo mundo cansa!
Tentamos colorir as flores, ouvir música pela manhã,
Ir ao cinema, viajar, amar,
Mas a impermanência da vida a torna 
Muito maior que flores, músicas, cinemas e homens.
Impermanecer é tão grande que eu preciso ser.
E preciso agora!
Enquanto o permanecer não vai embora...

Ocorreu um erro neste gadget